Search
Monday 26 October 2020
  • :
  • :

Talita e Maria Elisa batem vice-campeãs olímpicas e Brasil fica com o ouro

Foto: Divulgação

Com o intenso apoio da torcida de Campinas (SP), que lotou a arena montada no Parque Taquaral na manhã deste sábado (01/06), Talita e Maria Elisa levaram o Brasil ao topo do pódio na primeira edição da World Cup Final. Reunidas novamente para a disputa da competição, as brasileiras, que formaram dupla entre 2009 e 2012, derrotaram as vice-campeãs olímpicas Jennifer Kessy e April Ross, dos Estados Unidos, por 2 sets a 0 (23-21 e 21-12) na decisão para ficar com a medalha de ouro no interior paulista. Katrin Holtwick e Ilka Semmler, da Alemanha, ficaram com o bronze.

Reunidas novamente pelo técnico da seleção brasileira, Marcos Miranda, Talita e Maria Elisa conquistaram o 21º título juntas. Esta foi a primeira vez que a dupla subiu ao topo do pódio em uma competição internacional jogando no país.

“Ainda temos um entrosamento muito bom, maior até do que temos com as nossas parceiras atuais. Foram quatros juntas, com mais momentos bons do que ruins e nos propusemos a jogar este torneio relembrando as coisas boas que passamos juntas. E em um jogo decisivo, contou muito o fato de já termos passado por isso juntas várias vezes. Foi muito bacana jogar ao lado da Maria novamente, tivemos uma energia muito legal dentro da quadra e estou muito feliz por termos conseguido vencer”, comenta Talita.

Maria Elisa também comemorou a conquista, enaltecendo a satisfação de voltar a dividir a quadra com a parceira com quem disputou os Jogos Olímpicos de Londres e venceu o Circuito Banco do Brasil em 2009. A reunião da dupla foi perfeita, com seis vitórias e nenhum set perdido em Campinas.

“Foi um prazer jogar com a Talita novamente. Foi muito emocionante para mim. Estou muito feliz porque este é um torneio novo, foi disputado no Brasil e conseguimos representar o nosso país da melhor maneira possível. Tenho muito orgulho do nosso trabalho e da nossa equipe, que nos ajudou a conquistar este resultado. Agora voltamos a trabalhar pensando no Circuito Mundial”, comemora Maria Elisa.

O saque da brasileira foi apontado pela rival Jennifer Kessy como fator de desequilíbrio na partida decisiva. “O saque da Maria Elisa nos atrapalhou muito na partida, principalmente no segundo set. Como o passe não era o ideal, tivemos dificuldades para ajustar no levantamento. Tentamos conversar para corrigir isso, mas não conseguimos”, diz a norte-americana.

Na disputa de terceiro lugar, as alemãs Katrin Holtwick e Ilka Semmler, de virada, levaram a melhor sobre as australianas Louise Bawden e Taliqua Clancy. Depois de perderem o primeiro set por 21/16, as europeias fizeram 21-19 e 15-10 para assegurar a medalha de bronze.

“Foi um jogo muito duro e muito bom de jogar, porque o sol saiu e o calor apareceu. Não fomos bem no primeiro set porque tivemos dificuldades na virada de bola, na defesa e no bloqueio. Conseguimos resolver estes problemas no segundo set, melhoramos na defesa e a virada de bola foi mais constante. Entramos no terceiro set sabendo que precisaríamos dar tudo que pudéssemos e funcionou”, afirma Semmler.

A primeira edição da World Cup Final reuniu representantes dos campeões da fase regional da Continental Cup, que foi disputada entre 2010 e 2012, além de duplas dos países que levaram duas parcerias aos Jogos Olímpicos de Londres.

A próxima competição internacional da temporada será o Grand Slam da Holanda do Circuito Mundial 2013. Entre os dias 11 e 16 de junho, as parcerias Ágatha/Maria Elisa, Talita/Taiana, Lili/Bárbara Seixas e Maria Clara/Carolina representarão a seleção brasileira na cidade de Haia.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x