Search
Friday 27 March 2020
  • :
  • :

Tandara tem atuação de gala e Sesc RJ conquista a Copa Brasil sobre Dentil/Praia Clube

Foto: Nadine Oliver

Em Jaraguá do Sul (SC) a torcida lotou o ginásio, na noite deste sábado (1), para ver uma atuação de gala de Tandara Caixeta. Como resultado, o Sesc RJ virou o jogo e fez 3 sets a 1 sobre o Dentil/Praia Clube e conquistou a Copa Brasil. As parciais foram de 18/25, 25/21, 25/23 e 25/23. Implacável, a oposto do clube carioca marcou incríveis 40 pontos, com estatísticas que ainda devem ser confirmadas pela CBV.

Sem contar com Nicole Fawcett, lesionada, o clube praiano contou com bons ataques da dominicana Brayelin Martinez e de Fernanda Garay. Embalado por Tandara, o Sesc RJ começou a se encontrar no jogo. No terceiro set, o Praia Clube chegou abrir grande vantagem (9 a 2), mas a oposto brilhou com uma pontuação que passou dos dois dígitos somente na parcial para virar o jogo. A ponteira Drussyla, que substituiu Yonkaira Peña no decorrer da partida, também colaborou para o crescimento do clube carioca.

Agora, as duas equipes retornam as atenções para a disputa da Superliga, mas a equipe de Uberlândia ainda terá pela frente a disputa do Sul-Americano, que sediará entre os dias 16 e 22 deste mês.

O jogo

Com um início mais consistente e contando com erro das adversárias, o Praia abriu 5 a 1 no primeiro set, obrigando o técnico Bernardinho a queimar o primeiro pedido de tempo. No retorno, a central Carol seguiu fazendo estrago no saque (7 a 1). A vantagem diminuiu quando Juciely fez dois bloqueios seguidos (9 a 6). Desta vez, a pausa veio com o time mineiro. Com Garay no ataque e Claudinha no bloqueio, a vantagem foi retomada (11 a 6). Juciely voltou a aparecer bem e, com Amanda no saque, o placar apertou (12 a 10), mas logo Martinez apareceu de novo com ataques seguidos (16 a 10). Com dificuldades na recepção, Penã saiu para a entrada de Drussyla, que está voltando de uma cirurgia. Porém, Carol voltou no saque e seguiu eficiente e o Praia abriu 20 a 13 com uma bola de cheque de Walewska. Buscando reação, o Sesc RJ contou com dois pontos seguidos de Amanda (22 a 17), mas a folga no placar levou as praianas a fecharem em 25 a 18 em um ponto de saque de Fran, que entrou para efetuar o fundamento.

Tandara fez o Sesc RJ começar o set em vantagem, após belo ataque. Com um erro de ataque de Martinez, a diferença aumentou para 2 a 5, quando Daroit pontuou novamente. A oposto do time carioca seguiu eficiente (5 a 9). E a reação veio com 2 pontos seguidos de Martinez. O Praia ficou perto do empate, mas Tandara voltou a pontuar (9 a 12) e seguiu sendo muito acionada por Fabíola. Chamando a responsabilidade, Garay levou o placar para 12 a 13. Além de boas defensas, Drussyla apareceu no ataque (15 a 17), mas Martinez e Carol fizeram o jogo empatar (17 a 17) e Bernardinho pediu tempo novamente. Tandara marcou mais 2 pontos em ataque e Paulo Coco parou a partida pelo lado praiano. O jogo seguiu equilibrado, até que as atenções voltaram para as jogadas rápidas de Fabíola com Juciely (19 a 21) e novamente outro pedido de tempo pelo lado mineiro. O vídeo check confirmou que o ataque de Tandara desviou em Walewska (19 a 22) e a oposto ainda pontuou no saque. Na largadinha, Martinez manteve o Praia na busca do placar (20 a 23), mas Tandara fez o Sesc RJ chegar ao set point e Juciely empatou com 21 a 25 (1 a 1).

Novamente, as cariocas começaram melhor e abriam a terceira parcial, mas o Praia virou e teve com Martinez a largadinha que garantiu 3 a 1. Quando bloqueou o time carioca (4 a 1), Bernardinho solicitou tempo. Na volta, Wal parou Tandada (5 a 1). Com um verdadeiro paredão, o placar abriu (8 a 2). Na habilidade, Pri Daroit largou outra boa e mais um pedido de tempo do Sesc RJ aconteceu. Juciely e Tandara fizeram a diferença diminuir (10 a 7) e Paulo Coco parou a partida. Drussyla pontou no retorno para colocar novamente a equipe no jogo e Tandara fez o marcador apontar 10 a 10. As mineiras voltaram a pontuar com Martinez, mas o Sesc RJ virou com Milka (11 a 12). Após longo rally, Garay marcou belo ataque (13 a 12). Novo empate veio com Amanda explorando o bloqueio (15 a 15). As cariocas erraram duas bolas e o Praia contou com Garay para manter a ponta (19 a 18), mas novamente Tandara puxou a frente (19 a 20), mas voltou a errar uma bola. Outro video check confirmou que o ataque de Amanda desviou no bloqueio e Paulo Coco pediu tempo em busca de reação do Praia (20 a 22), mas Tandara fez o Sesc RJ chegar ao set point. Martinez tentou manter o time vivo (23 a 24), mas a oposto carioca finalizou em 23 a 25 (1 a 2).

Diferente dos outros sets, o Praia abriu o quarto set pontuando com Martinez. No bloqueio de Carol, a vantagem foi para 3 a 0. Logo, Tandara empatou depois de dois vacilos das mineiras (3 a 3). Após novas trocas de pontos, o Praia fez 6 a 5 com Garay, mas Martinez foi parada em um bloqueio triplo. Com 7 a 7, Fabíola foi para o saque, mas Martinez apareceu pelo fundo. Do outro lado, mais uma vez Tandara (8 a 8). Instável, o Praia viu o Sesc RJ abrir 9 a 11. Outro rally marcou o jogo, mas desta vez Martinez foi parada (12 a 14). Paulo Coco pediu tempo após ver o time levar um ponto de saque da central Juciely (12 a 15), mas não adiantou. Após errar um saque, Daroit saiu para nova entrada de Michelle. Vindo do banco, a ponteira bloqueou Tandara (13 a 16). Fran foi acionada novamente para sacar e correspondeu (15 a 17). Tandara fez mais um ponto, mas Garay voltou a virar (16 a 18). Sem saber como parar a oposto do Sesc RJ (16 a 20), Paulo Coco queimou o segundo tempo. O tetracampeonato ficou mais perto com Amanda (17 a 22), mas Carol e Martinez se esforçaram para manter o time vivo (19 a 22), assim como Michelle, que marcou dois ataques seguidos (21 a 23). Após erro de Drussyla, o Praia viu o placar apontar 22 a 23 e Bernardinho pediu tempo. Improvável, o empate veio com novo erro da ponteira (23 a 23). Logo, Fabíola acionou Juciely para fazer o primeiro match point e o Sesc RJ fechou em 23 a 25 (1 a 3)




2
Deixe um comentário

avatar
2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
José Elias DiasÁtaliba Magalhães Recent comment authors
  Subscribe  
o mais novo mais velho mais votado
Auto Notificar:
José Elias Dias
Visitante
José Elias Dias

É preciso mais que alto investimento para que Dentil Praia seja campeão. É preciso um pouco mais raça, um pouco mais querer vencer, um pouco mais de algumas atletas que estão deixando a desejar. Que sirva de lição, nomes não ganham jogos a menos que liderem, que ousem, que não sejam mais um, que façam a diferença , como vimos ontem. A permanecer quadro atual, seremos sempre vices, coadjuvantes, apesar dos muitos nomes e elevados investimentos. Fica a torcida.

Átaliba Magalhães
Visitante
Átaliba Magalhães

O Praia Clube não foi inferior, o clube do Rio de janeiro ganhou nos detalhes e faltou no Paulo Coco algumas artemanhas que Bernardinho tem de sobra e as vezes irrita o adversário.

Translate »