Search
Wednesday 25 November 2020
  • :
  • :

Técnicos estão ansiosos para enfrentarem os melhores no GP

Foto: FIVB

Neste terça-feira (27/08), os treinadores das seis seleções finalistas do Grand Prix 2013 concederam entrevista coletiva em Sapporo, cidade sede da fase final do torneio e em todas as falas o discurso foi de que agora, só restaram as melhores equipes do mundo.

Técnico do Brasil, José Roberto Guimarães exaltou que o Brasil está bem preparado para essa fase.

“Estou muito feliz por estar aqui novamente. É a minha segunda vez em Sapporo com a minha equipe e estamos em boa forma no momento. Sabemos que este é um torneio muito importante e teremos cinco jogos difíceis. É importante jogar contra estas equipas de topo, para aprender e melhorar para o futuro. Temos sete campeãs olímpicas aqui, mas as outras jogadoras são jovens. É um momento de transição para a nossa equipe, mas isso é normal. Acho que todo mundo está na mesma situação, por isso é importante para ganhar experiência para a equipe e jogar partidas duras contra os melhores times do mundo. ” 

Na mesma linha seguiu o treinador americano Karch Kiraly. Os EUA serão o primeiro adversário do Brasil, nesta quarta-feira, às 3h30. 

“Não há nada melhor do que enfrentar os melhores de todo o mundo. Nossa equipe está muito contente por ganhar o direito de enfrentar os melhores times, os melhores atletas e os melhores treinadores. Nós vamos perder muitos pontos esta semana e vamos tentar arduamente trabalhar para ganhar algum, também, e vai ser uma grande experiência para nós “. 

Técnico do time da casa, Masayoshi Manabe usará o torneio também para dar experiencia para suas jogadoras, incluindo uma promessa de 18 anos. “Miyashita é uma levantadora de 18 anos e muito jovem, então eu espero que ela vai aprender muito com este torneio jogando contra equipes fortes. Temos uma equipe jovem e estou feliz por ser capaz de competir contra cinco equipes mundiais de topo. ”  

Time jovem também foi uma palavra muito utilizada pelos técnicos na coletiva. Quem também usou disso foi Lang Ping, que se mostrou feliz por recolocar a China de volta entre os melhores do mundo, terminando a fase de classificação invicta. “Estou muito feliz em fazer a final. Este ano, temos algumas jogadoras jovens e esta é uma grande oportunidade para conhecer grandes equipes, especialmente as três melhores equipes de Jogos Olímpicos do ano passado, para ganhar experiência e desenvolver o trabalho em equipe. Estamos ansiosas por esta oportunidade e esperamos ter algumas grandes atuações e jogar bem”. 

Já o treinador da Sérvia, Zoran Terzic, que chega pela segunda vez apenas a fase final, vê o torneio como preparação para o Campeonato Europeu. “Estamos felizes e orgulhosos de jogar na Fase Final do Grand Prix Mundial e vamos tentar fazer o nosso melhor. Acho que a equipe da Sérvia está em boa forma, mas também temos um outro importante torneio após este, o Campeonato Europeu, e nós precisamos pensar sobre isso, também.” 

Azarona da fase final, a Itália sonha em fazer história, ganhando seu primeiro Grand Prix, como cita Marco Mencarelli. “Minha equipe é jovem e estamos muito felizes de estar aqui na final seis a jogar em Sapporo. Nossa meta é ganhar experiência. Cada vez que minhas jogadoras entram em um jogo, eu acho que elas vão ganhar mais experiência. Estamos em nossa melhor forma e nós queremos fazer o nosso melhor e fazer história. ” 

As finais do Grand Prix começam na madrugada desta terça-feira (27/08) para quarta-feira (28/08), à 1h30. Confira no nosso guia, no banner abaixo, a tabela completa e o nosso prognóstico sobre a fase final.

 




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x