Search
Saturday 28 March 2020
  • :
  • :

Tóquio-20: Comitê antidoping recomenda exclusão da Rússia

Goncharova é uma das estrelas do país. (Foto: FIVB)

Por unanimidade, o comitê executivo da Agência Mundial Antidoping (Wada) aprovou uma resolução que exclui a Rússia das competições até 2023. A punição de quatro anos inviabiliza a participação do país europeu na olimpíada de Tóquio, no ano que vem, nos jogos de Inverno de Pequim, em 2020 e também da próxima edição da Copa do Mundo de Futebol. Ainda cabe recurso, mas os escândalos envolvendo doping e falsificação de informações, que passam até mesmo por federações e autoridades, pesam cada vez mais. Além de não poder participar, o país também não poderá ser sede de torneios.

Caso a punição seja referendada pelo Tribunal Arbitral do Esporte, atletas russos terão como alternativa apelar para que sejam inscritos como neutros, ou seja, que não representem a bandeira do país. Para tanto, será preciso comprovar que não estão envolvidos em nenhuma ilegalidade, incluindo documentação e atestados antidoping.

No vôlei, a seleção feminina, comandada pela oposto Nataliya Goncharova conquistou vaga no pré-olímpico que aconteceu em agosto, assim como a seleção masculina, que tem como astro principal o gigante Dmitriy Muserskiy.

 




Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Auto Notificar:
Translate »