Search
Saturday 23 January 2021
  • :
  • :

Triunfo sobre Pinheiros amplia invencibilidade do Vôlei Nestlé jogando em casa

 

Último revés em casa foi no dia 18 de dezembro de 2015. (Foto: João Pires / Fotojump)

O Vôlei Nestlé bateu Pinheiros por 3 sets a 0 na noite desta sexta-feira (3) e conquistou a quarta vitória consecutiva da Superliga 2017/18. Com parciais de 25/20, 25/21 e 25/22, em 1h30min, a equipe de Osasco ampliou para 24 a invencibilidade no ginásio José Liberatti em jogos válidos pela competição nacional. Com 18 pontos, Tandara foi a maior marcadora da partida (ao lado de Bruna, do Pinheiros), mas o troféu Viva Vôlei de melhor em quadra ficou com a levantadora Fabíola. O próximo compromisso do time de Luizomar será contra o Fluminense, na próxima terça-feira (7), no Rio de Janeiro.

Fabíola estava feliz após a partida, tanto pelo resultado quanto pela apresentação do Vôlei Nestlé. “É sempre difícil enfrentar o Pinheiros, mas fomos mais regulares que nas partidas anteriores na Superliga e erramos menos. O objetivo era conquistar os três pontos em casa e jogar bem. Conseguimos e a equipe está de parabéns”, analisou a levantadora, que completou. “Sacamos bem e isso foi fundamental”.

Para o técnico Luizomar, esse foi mais um degrau na escala do Vôlei Nestlé em busca de sua evolução. “Conquistamos uma vitória importante e seguimos no trabalho com esse time que ainda está em construção. Não é fácil, porque estamos fazendo esse trabalho de dia a dia, treino a treino, no meio de uma campeonato fortíssimo como a Superliga. A equipe está crescendo, mas temos muito a evoluir na competição”, explicou o treinador.

Em nome do pai – A oposto Paula dedicou à vitória ao pai, Antonio Carlos, que completou 61 anos na noite desta terça-feira e assistiu ao jogo pela TV, em Bauru. “Quero mandar os parabéns para o meu pai, dizer que o amo muito e estou com saudades. Estou feliz porque ganhamos, principalmente porque conseguimos executar tudo que que planejamos, todos se dedicaram ao máximo e mantiveram a concentração nos três sets”, afirmou.

Em um retrospecto amplo, o Vôlei Nestlé está invicto há 24 partidas de Superliga no ginásio José Liberatti. Na última edição do campeonato brasileiro, o time de Luizomar ganhou 11 jogos na fase classificação, um nas quartas e dois na semifinal. Na edição anterior, 2015/2016, venceu mais oito partidas no ginásio de Osasco. Nesta edição foi a segunda vitória no Liberatti. O último resultado negativo em casa nessa competição foi no dia 18 de dezembro de 2015.

O jogo – O Vôlei Nestlé controlou o primeiro set. Sempre na frente do placar, segurou uma vantagem média de três pontos, que aumentou no final da parcial. O saque funcionou e o bloqueio parou o ataque do Pinheiros, especialmente com Bia. Fabíola, na bola de segunda, garantiu o 24/19 e, na sequência, um erro de saque do adversário deu números finais: 25/20.

O Pinheiros começou melhor o segundo set e obrigou Luizomar a pedir tempo quando vencia por 6/2. Deu resultado. Tandara foi para o saque e engatou uma sequência de quatro pontos, com direito a dois aces para empatar em 6/6. Na sequência, Angela Leyva soltou o braço para virar em 7/6. Sólido na defesa – com grandes recuperações de Tássia e Fabíola – e aproveitando os contra-ataques, a equipe de Osasco manteve o domínio. Leyva e Ninkovic seguiram forçando o saque e Bia, pelo meio, fechou a parcial em 25/21.

Embalado com 2 a 0 no placar, o Vôlei Nestlé dominou o início do terceiro set. Mas perdeu um pouco a concentração e Luizomar pediu tempo no 12/10 para colocar a casa em ordem. A chamada surtiu efeito e o time abriu 16/11. Como nas parciais anteriores, Carol Albuquerque e Lorenne entraram na inversão e a equipe manteve o ritmo. Tandara continuou dominando o ataque e colocando a bola no chão em todos os cantos da quadra do adversário, variando pancadas indefensáveis com colocadas desconcertantes. O adversário ainda tentou engrossar no final, mas a vitória foi do Vôlei Nestlé por 25/22, com ponto final de Ninkovic.

Vôlei Nestlé entrou em quadra com Fabíola, Paula (11), Tandara (18), Bia (7), Ninkovic (10), Angela Leyva (8) e a Líbero Tássia. Entraram: Carol Albuquerque e Lorenne (2). Técnico: Luizomar de Moura.

Pinheiros entrou em quadra com Milka (6), Bruna Honário (18), Mari Casemiro (5), Roberta (4), Vanessa (11), Diana e a líbero Ju Paes. Entraram: Bruna Costa (1), Lana (2), Lays (2) e Ivna (1).Técnico: Paulo de Tarso.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
4 Comentários
o mais novo
mais velho mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
ZhuZinha

Cade a Babi?

Blenda Bartels

Ela parou esse ano para estudar, nao esta no Pinheiros.

Paulo

Pinheiros perdeu, mas Bruna Honorio esta jogando um bolao. Outra que esta comendo a bola e a Bia.

D.C. JONES

concordo.
Não gostei da Atuação no ataque da Leyva, só largou.Porém, no fundo ela deu uma conscitencia boa, saque e no bloqueio.

Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x