Search
Saturday 24 October 2020
  • :
  • :

Try-out: atletas buscam vaga na liga sul-coreana

Casanova, ex-Osasco, está na disputa. (Foto: João Pires/Fotojump)

Em breve, a liga sul-coreana feminina definirá as seis estrangeiras que atuarão na temporada 2020/2021. O tradicional try-out contará com a participação de pelo menos 45 atletas, sendo quatro delas que já estavam no torneio, organizado pelo KOVO: Valentina Diouf, Meret Lutz, Lucia Fresco e Hayley Spelman.

Entre as atletas do Brasil, estão as ponteiras Natália Fernandes (ex-São Caetano) e Fernanda Tomé, que jogou pelo Osasco Audax, além da oposto Bruna Moraes (ex-São Caetano). Que já atuam no exterior, estão a oposto Jéssica Ventura (oposto, ex-Jászberény, Hungria) e Thaynara Emmel (ponteira, ex-Olbia, Itália).

Outro país com muitas representantes na disputa é Cuba, como as conhecidas Yoana Palacio, que já jogou em Bauru, Heidy Casanova (ex-Osasco), Yusleyni Herrera e Rosir Calderon.

Como é tradição no país, cada clube pode contar com uma estrangeira e o resultado na liga anterior é utilizado para a preferência da escolha das atletas. Tanto entre os homens, quanto entre as mulheres, os contratos para uma temporada podem chegar até U$ 250 mil.

 




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x