Search
Monday 28 September 2020
  • :
  • :

Uma das surpresas do novo time dos EUA, Kim Hill conta sobre seu momento na seleção

Foto: FIVB

Diferente da seleção brasileira, a renovação do time feminino dos Estados Unidos, medalha de prata em Londres 2012, foi bem mais profunda. Das 12 jogadoras que estiveram nas Olimpíadas, apenas a central Harmotto e a líbero Miyashiro seguem no time.

Dentre as novidades, algumas conhecidas, como Nicolle Fawcett, ex-Minas, e Kim Hildebrand, nova contratação do Vôlei Amil, buscam seu espaço junto as mais novas, que tem se destacado, como Kelly Murphy, uma das melhores atacantes da fase de classificação do Grand Prix.

Kim Hill, ponta de 23 anos, é outra novata que tem feito bonito na seleção americana. Substituindo nomes como Logan Tom, Jordan Larson e Megan Hodge, a jogadora contratada pelo Trefl Spot tem dado conta do recado.

Em entrevista ao site da Federação Americana, a jogadora contou sobre as dificuldades que tem tido no primeiro ano na seleção principal. 

Perguntada sobre as expectativas de seu primeiro ano, ela afirmou não ter nenhuma e só busca melhorar como jogadora da seleção.

Sobre o fato de ser comandada por Karch Kiraly, Hill disse ser fantástico. “Seu trabalho é muito bom. Ele é um cara honesto e muito agradável. Vc se sente confortável conversando com ele, com ele falando o que você está fazendo e eu realmente gosto dele”.

Hill também comentou que na faculdade ela aprendeu a trabalhar em equipe, observar o jogo de outra forma e ter foco, o que lhe ajuda muito na carreira profissional. Ela também falou da experiência como “embaixadora” em ações promocionais com suas companheiras na Sérvia e na China e outros assuntos variados.

A entrevista completa está disponível no youtube.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x