Search
Tuesday 1 December 2020
  • :
  • :

Unilever encontra dificuldades, mas passa pelo São Caetano no ABC

Foto: Alexandre Arruda/CBV

A Unilever (RJ) enfrentou dificuldades, mas conseguiu a vitória sobre o São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP) nesta terça-feira (28/01). A equipe carioca foi ao ABC Paulista e, no ginásio Lauro Gomes, venceu apenas no tie break, de virada, com parciais de 27-29, 21-17, 13-21, 21-19 e 15-7, em 2h20. A equipe vencedora contou com dois destaques. A ponteira Mihajlovic entrou durante a partida e foi premiada com o Troféu VivaVôlei. E a oposto Sarah Pavan foi a maior pontuadora do confronto, com 22 acertos.

A central Carol abriu o placar do jogo no contra-ataque da Unilever. A equipe do Rio de Janeiro seguiu a frente e no bloqueio fez (7-4). Mas, o São Cristóvão Saúde/São Caetano reagiu e na bola de segunda da levantadora Diana, empatou em 7-7. A equipe carioca voltou a abrir em 15-11 e o técnico do time da casa pediu tempo. O São Caetano voltou a encostar (17-16) e foi a vez da Unilever parar o jogo. No bloqueio, o time do ABC Paulista chegou novamente ao empate: 18-18. A reta final do set foi bem disputada e, após muito equilíbrio, o time da casa fechou em 29-27.

Mara abriu o segundo set com ponto de bloqueio a favor do São Cristóvão Saúde/São Caetano. Com ponto de bloqueio da central Valeskinha, que começou jogando na segunda parcial, a Unilever fez 7-4. O time dirigido pelo técnico Bernardinho abriu seis de vantagem (11-5), mas o São Caetano voltou a aproximar no placar em 15-13. No final, a Unilever teve mais facilidade e, no erro de saque do adversário, venceu por 21-17.

O São Cristóvão Saúde/São Caetano abriu o set com três de vantagem (3-0) e o técnico Bernardinho pediu tempo. Na volta, o time da casa manteve a boa sequência de saque com a levantadora Diana e marcou mais um ponto. A equipe de São Caetano seguiu bem e, no bloqueio, fez 7-3. O grupo comandado por Hairton Cabral manteve a vantagem (11-8). No bloqueio simples da ponteira Thais, o São Cristóvão Saúde fez 17-12. No final do set, 21-13 para o time da casa.

Embalado, o São Caetano saiu na frente também no quarto set (6-4). O time do ABC Paulista seguiu bem no ataque e fez 10-7. Com a central Juciley, a Unilever encostou no marcador (13-12), e o técnico da casa pediu tempo. Depois de bom saque de Juciely, Carol matou o ponto e a equipe carioca chegou ao empate: 16-16. A reta final do set seguiu mais uma vez muito disputado e, depois de saque eficiente da levantadora Diana, foi a vez de Thais aproveitar a bola fácil e fazer 19-18. E, no ace da sérvia Mihajlovic, a Unilever fez 21-19.

O set decisivo começou favorável a Unilever que, em boa passagem da ponteira sérvia no saque, fez 4-1. A equipe carioca seguiu melhor na parcial e abriu boa vantagem no marcador em 7-2. No bloqueio de Juciley, a Unilever fez 10-5. O time comandado pelo treinador Bernardinho seguiu bem e fechou o tie break em 15-7.

A central Carol, que começou como titular, foi substituída e depois voltou à quadra, analisou a vitória da Unilever nesta noite.

“Sabíamos que seria um jogo difícil, pois o time delas vem crescendo na competição. Eu, particularmente, estou aqui para ajudar e entrar e sair durante a partida faz parte. Nosso time esta evoluindo, acreditando e vibrando. Lamentamos perder um ponto, já que estudamos muito pata chegar aqui e não conseguir executar alguns fundamentos, mas o mais importante sempre é a vitória”, disse Carol.

Outra central de destaque do jogo, Mara, do São Cristóvão Saúde/São Caetano, acredita que o seu time não conseguiu fechar a partida no tie break por sentir o peso da responsabilidade.

“Não tínhamos responsabilidade de vencer. Isso estava com o time delas. Nós estamos aqui para nos divertir. E acho que a obrigação de virar o jogo pesou muito para o nosso time”, comentou Mara que, na temporada passada, defendeu justamente a Unilever. “Sai de lá e aprendi muito. Agora quero colocar em prática e ganhar o meu espaço”.

A Unilever volta a jogar pela Superliga na próxima sexta-feira (31/01), desta vez em casa. No ginásio do Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro (RJ), a equipe de Bernardinho enfrentará o Rio do Sul/Equibrasil (SC), às 19h. Já o São Cristóvão Saúde/São Caetano irá ao Distrito Federal enfrentar o Brasília Vôlei (DF) no sábado (01/02), às 18h, no Sesi Taguatinga.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x