Search
Wednesday 30 September 2020
  • :
  • :

Unilever vai de contestado à campeão e comemora nono título da Superliga

Foto: Alexandre Arruda/CBV

A Superliga feminina já conhece seu novo campeão. Na verdade, nem tão novo assim. Mais uma vez, a Unilever mostrou sua tradição e em uma partida impecável derrotou o Sesi-SP por 3 a 1, parciais de 21-11, 21-12, 13-21 e 21-16 e sagrou-se campeão pela nona vez, a segunda consecutiva.

Na grande decisão, no Maracanãzinho, o passe foi a chave do jogo. Sentindo a atmosfera de disputar pela primeira vez a final, o Sesi sofreu com o passe e permitiu as cariocas abri grande vantagem não só no primeiro set, mas também no segundo, dando a tranquilidade que o time do Rio de Janeiro queria.

A Unilever começou melhor e fez os quatro primeiros pontos da partida (4-0). A equipe carioca foi para o primeiro tempo técnico vencendo por 7-1. Numa bola de contra-ataque da ponteira sérvia Mihajlovic, a equipe carioca abriu seis pontos (11-6). Com um ace da levantadora Fofão, o time da casa foi para a segunda parada técnica com oito de vantagem (14-6). A Unilever seguiu melhor até o final e venceu o primeiro set por 21-11.

O segundo começou favorável a Unilever, que abriu 3-0. No ponto de saque da central Carol, a equipe carioca chegou a 5-1. O Sesi-SP buscou reação e, também com ace da central Fabiana, reduziu a diferença para 6/4. Com um ace da ponteira Gabi, a Unilever voltou a abrir no marcador (10-6). A vantagem do time carioca voltou a cair para dois pontos depois do bom saque da ponteira Pri Daroit. Mas a Unilever voltou com o bom ritmo e, contando com erros do adversário, abriu 17-11. Quando o placar foi para 18/12, o técnico Talmo de Oliveira pediu tempo. A ponteira Amanda entrou para sacar na Unilever e, no ace, fez 19-12. Com mais um ponto de saque de Amanda, o time carioca fez 21-12.

No terceiro set, que poderia ser decisivo, o Sesi mostrou reação e aplicou um 11-1 logo de cara, para mostrar que estava vivo no jogo.O treinador Bernardinho trocou as ponteiras. Entrou Régis e saiu Mihajlovic. Mesmo com a substituição, a Unilever seguiu com dificuldade na recepção e o time paulista fez 14-4. Com bons ataques da oposto Bruna, o time carioca diminuiu a diferença (15-9). O Sesi-SP segurou a vantagem até o final e venceu o terceiro set por 21-13.

Na quarta parcial, a Unilever voltou a jogar bem no início do quarto set e fez 6-1. Com um ataque da central Juciely, a equipe carioca fez 7-2. Com uma boa sequência de saques da ponteira Pri Daroit, o time paulista diminuiu a vantagem (10-7). No segundo tempo técnico, o Sesi-SP tinha três de vantagem (14-11).

O ponto final teve como protagonistas Fofão, que preparou a bola de meio para Carol, que assumiu bem a responsabilidade de substituir Valeskinha, fechar o jogo e a Superliga. Com 14 pontos, Gabi foi a maior pontuadora do jogo.

E não percam… Logo mais tem novas informações e tudo sobre a grande final da SL e o nono título da Unilever.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x