Search
Monday 26 October 2020
  • :
  • :

Unilever vence clássico e se mantém na liderança

 28/01/12 – O jogo relembrava as últimas sete finais de Superliga e, consequentemente, envolvia as duas principais equipes de vôlei feminino na competição. Além disso, a vitória neste sábado (28.01) garantia a liderança na última rodada do turno da Superliga feminina 11/12. E, depois de quatro sets disputados, a Unilever levou a melhor sobre o Sollys/Nestlé. A equipe carioca jogou na casa do adversário, o ginásio José Liberatti, em Osasco, venceu por 3 sets a 1, de virada, parciais de 17-25, 25-21, 27-25 e 25-23, em 2h14 de jogo, e saiu de quadra com moral.

GALERIA DE FOTOS (clique para acessar)


“É importante ganhar essa moral, mas não tirar os pés do chão. Essa é a metade do campeonato apenas, ainda temos muita coisa pela frente. Ganhamos, mas sabemos que podemos fazer muito melhor. Jogadoras importantes estiveram abaixo do que podem render. Erramos em momentos cruciais. Mas, foi uma boa vitória, que demonstra que o time lutou. Começamos mal, mas lutamos em chegamos nas mesmas condições”, disse o técnico da Unilever, Bernardinho.

A ponteira da equipe carioca, Régis, foi eleita a melhor da partida e recebeu o Troféu VivaVôlei. “Estou muito feliz. Apesar de não ter sido uma das melhores partidas do nosso time, foi ponto a ponto o tempo todo, quem cometeu menos erros, levou a vitória. Como foi muito equilibrado, procuramos errar menos e conseguimos fechar o jogo”, comemorou Régis, que marcou 18 pontos no confronto (15 de ataque e três de bloqueio).

A ponteira do Sollys/Nestlé, Jaqueline, foi a maior pontuadora, com 21 acertos (19 de ataque e dois de bloqueio), mas, na partida decidida por detalhes, não conseguiu levar o time paulista a vitória. “Começamos bem, mas sabemos que é um grande clássico e que não podemos vacilar em nenhum momento. Erramos muitos contra-ataques e o nosso passe não funcionou bem. Sem conseguir colocar o passe na mão, fica muito complicado”, comentou Jaqueline.

O JOGO

A central do Sollys/Nestlé, Thaisa, abriu o placar do jogo com ponto de ataque. Na sequência, Adenizia bloqueou e, em ataque, Jaqueline aumentou a vantagem do time paulista. O time da casa fez 6/1 e o técnico da Unilever, Bernardinho, pediu tempo. No primeiro tempo técnico, o Sollys/Nestlé esteve na frente em 8/4. A partida foi paralisada quando o placar estava favorável em 11/6 para as donas da casa por falta de energia. Na volta, o Sollys/Nestlé seguiu superior e fez 13/6. Na segunda parada técnica, a vantagem continuou com o time de Osasco: 16/10. A Unilever se aproximou em 16/13 e foi a vez de Luizomar de Moura pedir tempo. Mas o Sollys/Nestlé manteve o ritmo e, com ataque de Jaqueline, venceu o primeiro set por 25/17.

A Unilever saiu na frente na segunda parcial e fez 3/0. O Sollys/Nestlé pontuou, mas a equipe carioca seguiu na frente (6/4). O time de Osasco empatou em 6/6 e virou para estar à frente no primeiro tempo técnico em 8/7. Mas, em um jogo bem disputado, a Unilever assumiu o controle do placar novamente e fez 16/10 na segunda parada técnica. Quando estava em desvantagem no placar de 16/22, Luizomar de Moura promoveu a entrada de Fabíola e Hooker. O marcador ficou equilibrado em 23/20, ainda favorável a Unilever, e Bernardinho parou o jogo. A equipe carioca fechou em 25/21.

Thaisa começou bem o terceiro set e o Sollys/Nestlé saiu na frente (5/2). No primeiro tempo técnico, a equipe de Osasco esteve à frente em 8/6. Com ponto de bloqueio de Sheilla, a Unilever deixou o jogo igual em 10/10. Novo empate em 15/15 e o Sollys/Nestlé esteve à frente no segundo tempo técnico: 16/15. O time de Luizomar de Moura seguiu com um ritmo superior e, contando com erros do adversário, fez 21/16. O jogo voltou a ficar equilibrado na reta final do set: em 22/21. Um ataque potente de Mari levou a equipe carioca a empatar em 24/24. Com ponto novamente de Mari, desta vez de bloqueio, a Unilever venceu por 27/25.

A quarta parcial começou equilibrada e disputada ponto a ponto. Com bloqueio individual, Juciley conseguiu colocar a Unilever um ponto à frente: 6/5. A vantagem foi mantida no primeiro tempo técnico, quando o time do Rio de Janeiro fez 8/6. Com ace da americana Hooker, o Sollys/Nestlé encostou no placar ao fazer 12/11. Mas a Unilever abriu vantagem e fez 16/12 no segundo tempo técnico. Hooker conseguiu um belo bloqueio sobre um ataque da ponteira Regiane e a diferença no placar caiu para um (19/18). Depois de um belo rally, a equipe da casa empatou a parcial (20/20) e assumiu a liderança do marcador com um bloqueio de Adenízia sobre um ataque de Sheilla (21/20). A equipe carioca reassumiu a liderança no final da parcial e fechou o set por 25/23 e o jogo por 3 sets a 1.

Sollys/Nestlé – Adenízia, Thaisa, Karine, Jaqueline, Tandara e Ju Costa. Líbero – Camila Brait. Técnico – Luizomar de Moura. Entraram: Fabíola, Hooker e Samara

Unilever – Fernanda, Régis, Juciely, Mari, Valeskinha, Sheilla. Líbero – Fabi. Técnico – Bernardinho. Entraram: Carol, Amanda e Jú Nogueira



Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x