Search
Sunday 20 September 2020
  • :
  • :

Usiminas/Minas derruba o invicto Sollys/Nestlé

 14/01/12 – Com três das principais estrangeiras da Superliga feminina de vôlei 11/12 em quadra, a Usiminas/Minas (MG) se recuperou da derrota na última rodada e acabou com a invencibilidade do Sollys/Nestlé (SP), na noite desta sexta-feira (13.01), na Arena Vivo, em Belo Horizonte (MG). A equipe das cubanas Yusleyni Herrera e Daymi Ramírez levou 1h53 para fazer 3 sets a 1, parciais de 25-21, 15-25, 26-24 e 25-17, sobre a equipe paulista, da norte-americana Destinee Hooker, em partida válida pela sétima rodada do turno.


Maior pontuadora da Superliga, a ponteira Herrera teve atuação destacada e marcou 23 pontos. A ponteira Carla, também do time mineiro, que saiu do banco de reservas e marcou oito pontos, recebeu o Troféu VivaVôlei de melhor jogadora em quadra.

“Fico muito feliz atuação e pelo prêmio de melhor jogadora. Esta é minha primeira Superliga. Fiquei muito tempo parada, mas estava preparada para entrar e consegui ajudar à equipe”, comenta Carla.

Técnico da equipe mineira, Jarbas Soares destacou a atuação da jogadora de 19 anos, que atuou improvisada como ponteira na partida.

“Foi a primeira vez que a utilizamos na função de ponteira na Superliga. A Carla vem treinando como oposta, mas precisávamos de uma atacante de força para marcar os pontos e deu certo. A equipe toda foi muito bem, com um jogo bem efetivo na defesa”, destaca.

Destaque do Sollys/Nestlé com 19 pontos, a campeã olímpica Jaqueline lamentou a derrota e enalteceu o bom desempenho das jogadoras da Usiminas/Minas.

“As cubanas estão muito bem fisicamente. Pecamos muito no bloqueio e na defesa e a Usiminas/Minas foi superior. A Carla entrou muito bem e mudou a cara da equipe. Perdemos três pontos, mas tenho certeza que vamos pensar nos erros, treinar e fazer o nosso melhor daqui para frente”, destaca a ponteira.

Com a vitória, a equipe mineira chega a 16 pontos, com seis vitórias e apenas uma derrota na competição, mesma campanha do time paulista, que sofreu seu primeiro revés, mas soma 18 pontos, já que obteve todas suas vitórias por 3 a 0 ou 3 a 1, ao contrário das mineiras, que precisaram de cinco sets em duas partidas.

O Sollys/Nestlé volta à quadra em três dias, na próxima segunda-feira(16.01), quando enfrentará o Pinheiros (SP), às 21h, no ginásio José Liberatti, em Osasco (SP), em partida que será transmitida ao vivo pelo canal Sportv. A Usiminas/Minas só jogará na terça-feira (17.01), dia em que jogará contra a Unilever (RJ), às 20h, no ginásio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro (RJ).

O JOGO

Impulsionada pelas cubanas Herrera e Ramírez, a Usiminas/Minas começou a partida melhor e logo abriu 10/7. Com um bloqueio da central Natasha, a equipe mineira chegou a fazer 14/9. O Sollys/Nestlé se aproximou quando Adenízia bloqueou Herrera para marcar 18/16, mas o time da casa seguiu dominando até o fim e venceu por 25/21, após um ataque de Natasha.

No segundo set, o Sollys/Nestlé começou melhor e foi para o primeiro tempo técnico com 8/6 a seu favor. O time paulista abriu 15/11, em um bloqueio de Ju Costa, mas a equipe mineira reagiu e encostou em 15/14, quando o técnico Luizomar de Moura pediu tempo. A parada surtiu efeito e o Sollys/Nestlé marcou sete pontos consecutivos, chegou a 22/14 e ficou muito perto da vitória, que foi confirmada após um ponto de saque da campeã olímpica Thaisa: 25/15.

O Sollys/Nestlé iniciou o terceiro set à frente, mas, comandado por Herrera, a Usiminas/Minas empatou no 11º ponto. Um erro da cubana devolveu a vantagem às paulistas em 15/12, mas Natasha marcou de bloqueio e recolocou as minas na liderança em 16/15. Mostrando força no bloqueio, o Sollys/Nestlé reagiu e chegou a ter 24/22 a seu favor. No entanto, com Herrera praticamente impecável, o time da casa virou e venceu o set em 26/24, após Thaisa cometer invasão.

Empolgada pela reação, a Usiminas/Minas dominou o quarto set do início ao fim. A equipe mineira abriu 6/3 e sustentou a vantagem com 12/9, após Herrera explorar o bloqueio paulista. Na reta final, a levantadora Claudinha marcou dois pontos seguidos e ampliou a liderança para 18/12. Mantendo o ritmo até o fim, as mineiras garantiram o triunfo em 25/17, com um ataque de Herrera na diagonal.

Sollys/Nestle- Karine, Hooker, Tandara, Jaqueline, Thaisa e Adenizia. Líbero – Camila Brait. Entraram – Samara, Ivna e Ju Costa. Técnico – Luizomar de Moura

USIMINAS/Minas – Claudinha, Ramírez, Mari Paraíba, Herrera, Fê Isis e Natasha. Líbero – Tassia. Entraram – Flavinha, Carla e Carol. Técnico Jarbas



Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x