Search
Sunday 20 September 2020
  • :
  • :

Veja o que Fê Garay falou sobre sua volta ao Brasil, após quatro anos atuando no exterior

Crédito: Divulgação

 

Conforme o Mercado do Melhor do Vôlei já havia anunciado, o Dentil/Praia Clube confirmou a contratação da campeã olímpica Fernanda Garay Rodrigues, 30 anos, para a temporada 2017/2018. Mais conhecida como Fê Garay, a experiente atleta chega ao Praia Clube após quatro temporadas no exterior. No currículo, são vários títulos com os clubes que defendeu ao longo da carreira e com o manto verde-e-amarelo. Além da medalha de ouro nos Jogos Olímpicos Londres 2012, a gaúcha também faturou a Copa dos Campeões, Grand Prix, Pan-americano, para citar algumas competições relevantes. Individualmente, Garay fora por inúmeras vezes melhor ponteira, atacante, passadora, sacadora. Na temporada 2012/2013 da Superliga, por exemplo, foi eleita a melhor jogadora da competição nacional.

 

A atleta está bastante entusiasmada para este novo desafio na vitoriosa carreira.

 

“É com muita alegria que volto ao Brasil após todos esses anos. Será uma honra defender o Dentil/Praia Clube na temporada 2017/2018, uma equipe genuinamente guerreira. Agradeço o apoio de todos os torcedores e digo que darei o melhor de mim em todas as partidas. Não vejo a hora de encontrá-los”, contou.

 

Trajetória

Desde cedo, Fernanda Garay queria ser jogadora de vôlei. Teve passagens por times como São Caetano, Minas e Pinheiros, bem como pela Seleção Brasileira de base. Os ataques potentes e sua agilidade em quadra despertaram interesses em times importantes. Aceitou a proposta, então, do time NEC Red Rockets, do Japão, para a temporada 2010/2011. Essa experiência na Ásia contribuiu muito para que Fernanda ganhasse destaque internacional, pois, como ela mesma conta: – era a principal atacante do time naquela ocasião.

 

Em setembro de 2010, foi convocada para substituir a jogadora Mari na Seleção Brasileira, para a disputa do Campeonato Mundial no Japão. Em 2011, foi contratada pelo Vôlei Futuro, de Araçatuba (SP), para a Superliga 2011/2012, conquistando o terceiro lugar na competição.

 

Em 2012, Fernanda sagra-se campeã Olímpica em Londres, jogando como titular e realizando ações importantes, como os saques no jogo contra a seleção russa em que o Brasil salvou seis match points. Além disso, também foi autora do último ponto da final contra a seleção norte-americana e, de quebra, a melhor passadora das Olimpíadas.

 

No mesmo ano, a atleta é contratada pelo Osasco (SP) conquistando o Mundial de Clubes 2012, em Doha, no Catar, e o segundo lugar na Superliga 2012/2013, sendo eleita a melhor atacante e jogadora do campeonato.

 

Já no ano de 2013, a campeã Olímpica consagrou-se ainda mais, conquistando os torneios de Montreux e Alassio com a Seleção, nos quais foi eleita MVP. Ainda em 2013, foi fundamental nas conquistas do Grand Prix, no qual foi a maior pontuadora do Brasil na competição, e do Sul-americano, sendo eleita uma das melhores ponteiras. No final de setembro, transferiu-se para a Turquia, para defender o Fenerbahçe, time pelo qual foi contratada para a temporada 2013/2014, jogando ao lado de Alisha Glass, Derya Cayirgan, além de ser treinada pelo técnico italiano Marcelo Abbondanza.

 

Clubes que defendeu ao longo da vitoriosa carreira

2016/2017 – Guangdong Evergrande (China)

2015/2016 – Dínamo Moscou (Rússia)

2014/2015 – Dínamo Krasnodar (Rússia)

2013/2014 – Fenerbahce (Turquia)

2012/2013 – Sollys/Nestlé (SP)

2011/2012 – Vôlei Futuro (SP)

2010/2011 – NEC (Japão)

2009/2010 – Pinheiros/Mackenzie (SP)

2008/2009 – Pinheiros/Mackenzie (SP)

2007/2008 – FIAT/MINAS

2006/2007 – FIAT/MINAS

2006 – FIAT/MINAS

2005 – MRV/Minas

2003/2004 – São Caetano do Sul (SP)

2002/2003 – São Caetano do Sul (SP)

 

Títulos e resultados expressivos por clubes

2016 – Campeã Superliga Rússia

2016 – Vice-campeã Liga Mundial

2015 – Vice-campeã Mundial de Clubes FIVB

2015 – Campeã – CEV Cup

2014 – Campeã Copa Russa

2014 – Campeã – CEV Cup

2013 – Campeã – Sul-americano

2012 – Vice-campeã Superliga Feminina

2012 – Campeã Paulista

2012 – Campeã Mundial de Clubes Qatar

2005 – Campeã Mineira

2004 – Campeã Jogos Abertos São Paulo

 

Títulos e resultados expressivos pela Seleção

2016 – Campeã Grand Prix

2015 – Vice-campeã Jogos Pan-americanos

2014 – Campeã Grand Prix

2013 – Campeã Torneio Alassio

2013 – Campeã Torneio Alassio

2013 – Campeã Montreux

2013 – Campeã Grand Prix

2013 – Campeã Copa dos Campeões

2012 – Campeã Pré-Olímpico

2012 – Campeã Jogos Olímpicos de Londres

2012 – Campeã Grand Prix

2011 – Campeã Pan-americano

2011 – Campeã Mundial Jogos Militares Brasil

2011 – Campeã Grand Prix

2010 – Vice-campeã Mundial Japão

2010 – Campeã Grand Prix

2009 – Campeã Final Four Japão

 

Conquistas individuais

2013 – Melhor Ponteira Sul-americano

2013 – Melhor Jogadora Torneio Alassio

2013 – Melhor Jogadora Superliga Feminina

2013 – Melhor Jogadora Montreux

2013 – Melhor Atacante Superliga

2012 – Melhor Passadora Sul-americano de Clubes

2012 – Melhor Passadora Olimpíadas

2012 – Melhor Atacante Superliga Feminina

2011 – Melhor Sacadora Grand Prix

2011 – Melhor Passadora Grand Prix

2011 – Melhor Jogadora Jogos Militares Brasil

2011 – Melhor Atacante Jogos Militares Brasil




Subscribe
Auto Notificar:
guest
4 Comentários
o mais novo
mais velho mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
icaro

Foi pro time mais flop do momento kkkkk

vai se arrepender!

BILLRAIO

Quem não se lembra do Paulo Coco sacudindo a Garay pelos ombros durante uma partida do extinto Voley Futuro?

Tonhão

Sim, eu me lembro kkkkk
E agora a sacudidela poderá se repetir kkkkk

Fernando

A recordista de pontos em uma partida da Superliga é a Tandara. Ela marcou 37 pontos jogando pelo Campinas numa partida contra o Praia Clube na temporada 2013/14, quando os sets eram de 21 pontos.

Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x