Search
Monday 28 September 2020
  • :
  • :

Venturini fala de seu retorno com exclusividade ao MDV

Por Adriano Barbosa

09/11/2011 – Fãs, amigos e admiradores da jogadora Fernanda Venturini tomaram as dependências do ginásio do clube Monte Sinai, na zona norte da capital fluminense. E o jogo não poderia ter começado melhor para Fernanda, que abriu a contagem em um ace. A expetativa sobre o retorno de uma das principais levantadoras do vôlei mundial após quatro anos sem jogar era grande, e Fernanda correspondeu à altura.

A partida contra as fortes juvenis do Flamengo acabou em três sets a zero para as comandadas do técnico Hélio Grinner. Após o término do jogo Fernanda Venturini falou com exclusividade para o site Melhor do vôlei.

"); // -->

 
MDV – Fernanda você deixou claro muitas vezes que só voltou a jogar para poder se divertir. Hoje na sua estréia você já teve razões para se sentir alegre jogando novamente?
 
FV – Sim, certamente. Agora é a Fernanda de 41 anos em quadra, que não pode se dar ao luxo de sentir nervosismo, ansiedade nada deste tipo de coisas. Agora é pelo prazer de estar com o meu time em quadra, ajudando mesmo sabe? Fiquei muito feliz em ver esta arquibancada cheia de amigos, de fãs, eles são demais. Espero poder retribuir fazendo o que eles mais gostam que é me ver jogando bem.
 

MDV – Jogar ao seu lado pode acabar pesando em alguns momentos para as jogadoras mais novas, que ainda sentem o nervosismo?
 
FV – Creio que nos treinamentos a gente já se entende bem, e treinamos muito, mas durante os jogos erros sempre acontecem, mas nem tanto por nervosismo. Por exemplo, a Mara, eu acho que ela é uma grande candidata a ser uma meio de rede forte para o futuro, tem caracteristicas interessantes, é raçuda, pede bola o tempo todo, gosta dos fundamentos de sua posição e tem força. E para mim isto é um prato cheio, pois gosto muito, sempre gostei aliás, de jogar com os meios. A Jú Nogueira é muito técnica e eficiente no ataque, tem porte e gosta de jogar, é detalhista, isto tudo é muito importante para uma oposta. Enfim, estou para ajudar a cada uma delas no que eu puder.
 
"Agora é pelo prazer de estar com meu time em quadra"
 MDV – Regiane e Valeskinha?
 
FV – Eu olhava para elas e pensava: voltei no tempo? (risos) estamos aí, vamos cooperar com as mais novas sempre, a Valeskinha e a Régis são ótimas, grandes atletas.
 
MDV – Quanto aos seus fãs, eles fazem muitas loucuras por você não é? Você já fez algo de inusitado por algum deles?
 
FV – Nossa, meus fãs eu considero amigos, porque quem gosta de você de verdade, as vezes sem nem te conhecer, é um amigo de certa maneira. Nem sempre posso atender como gostaria, como merecem, mas já fiz coisas do tipo, sair para jantar com fãs que vieram de longe para me ver, de Goiânia, de BH, de Pernambuco, enfim. Ano que vem vou viajar para Londres com uma amiga minha, vamos ver as olimpiadas, ela é médica lá em São Paulo, e antes era minha fã. A vida é cheia de gratas surpresas, por isto sou feliz em ter meus fãs sempre por perto.
 
Em meio a diversas declarações e entrevistas ao jornalistas presentes, Fernanda Venturini é abordada por algumas jogadoras do Flamengo solicitando uma foto, dentre elas a capitã da equipe, a jovem meio Carolynne de 17 anos. "Eu e minhas companheiras viemos aqui para nos divertir e por em prática os nossos treinamentos, ganhar força e experiência. Fiquei feliz em fazer parte desta partida que marca a volta da Fernanda, eu comecei a jogar com 12 anos e já ouvi demais sobre ela, agora tendo a chance de vê-la em ação, jogar contra ela, foi demais".

 




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x