Search
Sunday 20 September 2020
  • :
  • :

Vivo Minas vence RJ Vôlei e larga em vantagem nos playoffs

Foto: Divulgação

O Vivo/Minas Tênis Clube venceu o RJX Vôlei por 3 sets a 0 (26-24, 21-17 e 21-18) e saiu na frente na série melhor de três jogos das quartas-de-final da Superliga Masculina.

O oposto da equipe mineira, Filip, brilhou. O atacante foi eleito o melhor do jogo, recebeu o Troféu VivaVôlei, e ainda foi o maior pontuador do confronto, com 15 pontos.

Apesar do placar, o time do Rio de Janeiro mostrou muito empenho e dificultou as coisas para o Minas. O início do jogo foi de equilíbrio, com as equipes empatadas em 2/2. Na primeira parada técnica, o RJ Vôlei tinha vantagem de dois pontos (7-5). O Vivo/Minas buscou e, em boa passagem do ponteiro Maurício no saque, assumiu o comando do placar em 8-7. As equipes seguiram trocando pontos. Na reta final, o time mineiro abriu três (18-15) e, mais uma vez, o set voltou a ficar equilibrado (18-17). Um novo empate em 20-20 deixou o set emocionante. O jogo seguiu bastante disputado. No ace do central Ualas, o RJ Vôlei fez 24-23. Depois, no bloqueio do central Otávio, o Vivo/Minas teve o set point em 25-24 e, no erro do adversário, o time mineiro fechou em 26-24.

O time da casa começou bem e, com dois bloqueios seguidos de Otávio, fez 2-0. O RJ Vôlei, no entanto, buscou, deixou tudo igual em 3-3 e, depois de uma bola bastante disputada, o oposto Bob colocou no chão e o seu time no comando do marcador. Assim como no primeiro set, o segundo seguiu equilibrado e o Vivo/Minas tinha um de vantagem em 9-8. Logo depois, com Henrique bem no saque, a equipe da casa abriu três (11-8). Contando com erros do RJ Vôlei, o Vivo/Minas abriu a maior diferença do jogo (16-10) e Fronckowiak pediu tempo. O time carioca melhorou e diminuiu a diferença para 17-14. Mesmo assim, o Minas fechou em 21-17.

O RJ Vôlei não se abateu com as derrotas nos dois primeiros sets e abriu 3-1. Com o ponteiro Maurício, o Vivo/Minas deixou tudo igual: 5-5. O ponteiro Rodriguinho explorou o bloqueio adversário e o time carioca chegou a mais um empate (8-8). O Vivo/Minas abriu vantagem, mas no ace do levantador Índio, a equipe visitante empatou de novo (15-15). Mas o grupo da casa seguiu bem e, em boa combinação de bola de Marcelinho com Otávio, voltou a abrir boa diferença no marcador: 19-15. E, com o oposto Filip, o Vivo/Minas fechou em 21-18.

“Nosso time é bem diferente em relação a temporada passada, mas não menos forte. Temos um grupo muito experiente e temos que ficar bem concentrados para jogar na próxima terça e seguir para a semifinal”, comentou Filip, já falando sobre o segundo jogo da série das quartas de final.

Do lado do RJ Vôlei, o ponteiro Rodriguinho também pensa na próxima partida, quando espera contar com o apoio da torcida carioca.

“Hoje, sabíamos que seria um jogo difícil. O Minas era favorito dentro de casa. Jogamos o primeiro set bem, o segundo deixamos cair o nível e baixamos um pouco a guarda. Mas na terça espero contar com a torcida, encontrar o ginásio cheio para buscar a vitória”, disse Rodriguinho.

Com o resultado positivo, o Vivo/Minas abre 1 a 0 na série melhor de três. O segundo jogo será na próxima terça-feira (11/03), às 21h30, desta vez na casa da equipe carioca, o ginásio do Tijuca Tênis Clube. Em caso de vitória do RJ Vôlei, a série será definida no terceiro confronto.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x