Search
Sunday 29 November 2020
  • :
  • :

Vôlei Amil derrota o Maranhão e foca no clássico com a Unilever, no Rio‏

Foto: Felipe Christ/Vôlei Amil

O Vôlei Amil derrotou o Maranhão Vôlei por 3 sets a 0, parciais de 21-17, 21-18 e 21-8, em 1h08min, na noite desta sexta-feira (13/12), em Campinas, no último jogo do time na Arena Amil em 2013. Com o resultado, a equipe do técnico Zé Roberto chega a oitava vitória na Superliga, seguindo entre os líderes da competição e agora se prepara para o clássico diante da Unilever, na próxima terça-feira (17/12), no Rio de Janeiro.

O Vôlei Amil não entrou no jogo com a força habitual e fez um primeiro set parelho com o Maranhão Vôlei. Apesar de comandar o placar, só conseguiu abrir mais que um ponto de vantagem a partir do 18-16, após ataque da norte-americana Kristin. Na sequência, Tandara e Walewska, em dois bloqueios, levaram o time da casa ao set point. E a vitória por 21-17 veio com um erro do adversário, após 22 minutos.

O segundo set foi o mais complicado para as comandadas de Zé Roberto. Errando muito, o Vôlei Amil permitiu ao Maranhão virar na frente nas duas paradas técnicas (5-7 e 13-14). O tricampeão olímpico gastou seus pedidos de tempo e conseguiu, aos poucos conseguiu arrumar a casa. Assim, o Vôlei Amil passou à frente no placar no 16-15 para não deixar mais o comando do marcador e fechar por 21-18, em 26 minutos, e abrir 2 a 0 na partida.

Depois do susto, um terceiro set muito fácil. Com o saque entrando forte para quebrar o passe do maranhão, o Vôlei Amil mandou na parcial. Abriu dez pontos de vantagem (16-6) com tranquilidade e Claudinha conseguiu variar muito bem as ações ofensivas, principalmente com Walewska pelo meio e Tandara nas pontas. Com isso, Zé Roberto aproveitou para colocar todas as suas atletas para jogar. Após dois ataques seguidos de Natália, Ju Nogueira desceu o braço na entrada de rede para fazer 19-7 e a mesma Natália garantiu de fechar a parcial em 21-8, em 20 minutos, e o jogo em três sets a 0.

Apesar da vitória sem sustos na sexta-feira 13, o técnico Zé Roberto afirmou que esperava ter visto seu time jogar os três sets da mesma forma que atuou na parcial decisiva. “Nós deveríamos ter nos apresentado no primeiro e segundo sets como fizemos no terceiro. Mas o que fez a diferença a nosso favor foi o saque. Quando conseguimos forçar o serviço e apertar a recepção delas, nossa defesa trabalhou melhor e os contra-ataques saíram bem”, explicou o treinador. Foi uma partida importante, principalmente porque pudemos colocar todas as atletas em quadra e dar a elas esse ritmo é fundamental”, disse.

Eleita melhor jogadora em quadra e ganhadora do troféu Viva Vôlei, Tandara concordou com o treinador. “Nós podíamos ter ‘matado’ o jogo com mais tranquilidade. Desperdiçamos muitos contra-ataques e estamos errando nos detalhes. Fato é que os problemas que apresentamos nos dois primeiros sets não podem acontecer, especialmente de adversários mais fortes, como vai ser o caso da Unilever. Mas vamos seguir trabalhando para evoluir e executar o que o Zé Roberto vem nos pedindo nos treinos”, avaliou a oposta.

 

Tandara foi a maior pontuadora da partida, com 12 acertos.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x