Search
Wednesday 2 December 2020
  • :
  • :

Vôlei Amil recebe o Pinheiros em jogo do tudo ou nada pela Superliga

Foto: Eugênio Vieira/ Agência Classe A

 

É tudo ou nada. O Vôlei Amil recebe o Pinheiros nesta terça-feira (5), a partir das 19h, em Campinas, em busca da vitória que garantirá a classificação para a semifinal da Superliga 2012/13. Após o revés do último sábado (2), em São Paulo, que deixou o playoff das quartas de final empatado em 1 a 1, a equipe de Zé Roberto sabe que precisa entrar em quadra com determinação e foco para seguir na competição. O ganhador do confronto vai encarar o Sollys/Nestlé na luta por um lugar na decisão. Em função da transmissão do Sportv, a partida na Arena Amil teve seu horário antecipado de 21h para as 19h. 

 

Corrigir erros e acertar o sistema defensivo. Esta é a missão do Vôlei Amil, segundo Zé Roberto, para bater o Pinheiros nesta terça-feira. “Será uma grande decisão para nós e o nosso time precisa melhorar bloqueio e defesa, senão vai ser muito complicado ganhar do Pinheiros, que é uma equipe com bom volume de jogo e que vem atuando muito bem, principalmente nesses fundamentos em que temos falhado”, afirma o treinador, que completa. “Mas seguimos treinando muito, estudando bastante e espero que nos apresentemos bem, que é o mais importante, porque desta forma os resultados aparecem.”

 

A capitã Walewska acrescenta mais um ponto que considera fundamental para que o Vôlei Amil consiga fazer seu jogo fluir e, consequentemente, sair de quadra com uma vitória: o saque. “Nossa equipe sempre dependeu muito do fator sacar bem. Isso é fundamental para quebrar o passe delas e facilitar o nosso bloqueio”, explica. “Claro que também precisamos aumentar nosso índice de aproveitamento nos contra-ataques”, completa a central. A jovem ponteira Rosamaria concorda. “Temos que agredir mais o Pinheiros com saque o bloqueio, o que não conseguimos fazer na partida de São Paulo.”

 

Além do aspecto técnico e tático, o fator extra quadra pode fazer a diferença no duelo decisivo desta terça-feira. “A torcida tem uma importância enorme para nós. Sempre nos apoia em Campinas. É o nosso sétimo jogador em quadra. A vibração e a energia que sentimos das arquibancadas é um combustível extra para todas nós, jogadoras”, garante a ponteira Pri Daroit. A búlgara Vasileva tem a mesma opinião. “A torcida, aqui no Brasil, é muito apaixonada e comparece ao ginásio, especialmente em Campinas. Isso é muito bom para todo o nosso time”, avalia a ponteira, que foi a maior pontuadora da segunda rodada dos playoffs, com 27 acertos no sábado, na capital paulista.

 

Pelo lado do Pinheiros, a ponta Ellen Braga foi o grande destaque do jogo sendo eleita a melhor jogadora em quadra com 26 pontos assinalados no jogo. A capitã do time da capital, Andréia, garante que toda a equipe está motivada para buscar a vitória e a vaga na semifinal. Por ser uma das mais experientes da equipe, a jogadora garante que procura ajudar o grupo de diversas maneiras.

 

“Todo mundo acha que experiência significa virar a última bola ou carregar uma responsabilidade a mais. No entanto, a experiência não vem só nessas horas. Às vezes são palavras, instruções e ajudar a encontrar o caminho em momentos de dificuldades. Estamos em uma fase decisiva e contra uma equipe cheia de valores individuais. Nessas horas, a experiência é importante para encontrarmos o espírito da vitória”, afirmou Andréia.

 

Duas Batalhas – Vôlei Amil e Pinheiros têm protagonizado grandes duelos nas quartas de final. Na primeira partida, dia 27 de fevereiro, em Campinas, as comandadas de Zé Roberto saíram atrás do placar para ganhar, de virada, por 3 sets a 1 (parciais de 23/25, 25/23, 25/21 e 28/26). Já no sábado (2/3), foram necessários cinco sets para se conhecer o ganhador. Novamente o time da capital abriu vantagem, desta vez de dois sets. E a equipe de Campinas mostrou forças para reagir e chegar ao empate. Porém, no tiebreak, prevaleceu o melhor momento do time da casa, que comemorou a vitória por 3 sets a 2, com parciais de 31-29, 25-14, 16-25, 23-25 e 15-11, após 2h24 de bola em jogo.

 

Ingressos – A Arena Amil tem capacidade liberada para 3,2 mil lugares e a expectativa é para um bom público para o jogo desta terça-feira. Na Superliga Feminina de Vôlei 2012/13, o sistema de ingressos para os torcedores garantirem presença nos jogos disputados na Arena Amil, que fica no km 6 da Rodovia Heitor Penteado, são os seguintes:

 

Os ingressos custam R$ 5,00 (para acesso à Aquibancada A) e R$ 10,00 (Arquibancada B) e podem ser comprados antecipadamente na Arena Amil (entrada pelo portão principal) de segunda a sexta, das 14h às 18h, ou nos pontos de troca da Ingresso Rápido em Campinas (endereços pelo site www.ingressorapido.com.br), menos na unidade da Fnac, do Shopping Parque D. Pedro, que não comercializa os ingressos. No dia da partida, as entradas deverão ser comprados diretamente na Arena Amil das 11h às 19h.

 

Para quem é cliente Amil o acesso gratuito à Arquibancada B. Basta apresentar a carteirinha do convênio e um documento com foto. Quem também não paga é o torcedor Amil. Quem estiver vestindo a camiseta oficial “Torcida Amil” (a mesma que foi distribuída durante o Campeonato Paulista) terá acesso gratuito à Arquibancada A. Estudantes e maiores de 60 anos têm entrada gratuita mediante apresentação de comprovantes. A quantidade é limitada a um ingresso por pessoa e a carga total para esse público é de 200 bilhetes por jogo. Crianças até 12 anos também não pagam. E todos os ingressos grátis devem ser retirados na bilheteria da Arena Amil.

 

 

 




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x