Search
Sunday 27 September 2020
  • :
  • :

Vôlei Futuro elimina Medley/Campinas e enfrenta RJX nas semifinais

 25/03/12 – Vôlei Futuro (SP) x RJX (RJ). É a primeira semifinal da Superliga masculina de vôlei 11/12. Neste sábado (24.03), o time de Araçatuba (SP) foi até Campinas (SP) e, no ginásio Taquaral lotado, derrotou a Medley/Campinas (SP) por 3 sets a 1, parciais de 25-22, 25-16, 17-25 e 25-23, em 2h09 de jogo. Com o resultado, o time de Ricardinho e Cia. fechou a série melhor-de-três das quartas-de-final em dois jogos a zero, após vencer a primeira partida por 3 a 0.


O adversário do Vôlei Futuro na semifinal também venceu os dois primeiros jogos desta fase. O RJX eliminou o Sesi-SP, atual campeão da competição. O time carioca ganhou as duas partidas por 3 sets a 2. Esta é a primeira temporada da equipe carioca na Superliga.

Levantador e capitão do Vôlei Futuro, Ricardinho festejou a vitória e a classificação. “Nosso time se comportou bem em quadra, sacamos bem. As mudanças que eles fizeram dificultaram a nossa marcação. Mas esperávamos um jogo equilibrado como foi este mesmo. Estávamos bem preparados psicologicamente. O time teve momentos de tensão, mas isso faz parte do clima dos play-offs”, afirmou Ricardinho.

Melhor jogador da partida, o oposto Lorena, do Vôlei Futuro, ganhou o Troféu VivaVôlei. “Nosso time jogou bem e sacou de forma eficiente. Conseguimos passar para a semifinal. Esse era o nosso objetivo. Agora, temos uma semana para descansar e começar a preparação para enfrentar o RJX”, disse o oposto, que também foi o maior pontuador do duelo, com 21 acertos.

Do lado da Medley/Campinas, os jogadores agradeceram o apoio da torcida. O ponteiro Lukianetz destacou a força do saque dos rivais. “Com essa torcida apoiando desse jeito, nosso papel é demonstrar muita garra em quadra. Com esse saque forçado e sem errar, o Vôlei Futuro vai longe e vai ser campeão dessa Superliga. Com essa eficiência no saque é complicado segurar a equipe deles só no passe”, destacou o atacante.

Outros confrontos

As outras duas séries das quartas-de-final estão empatadas e vão ser decididas no terceiro jogo. Na próxima sexta-feira(30.03), a Cimed/SKY (SC) receberá o Vivo/Minas (MG), no ginásio Capoeirão, em Florianópolis (SC), às 21h.

No sábado (31.03), o Sada Cruzeiro (MG) medirá forças com o BMG/São Bernardo (SP), às 10h30, no ginásio do Riacho, em Contagem (MG). As duas partidas serão transmitidas ao vivo pelo canal Sportv. Os times que vencerem os duelos estarão frente a frente nas semifinais.

O jogo

O Vôlei Futuro começou melhor e marcou 4/2. Empurrada pela torcida, a Medley/Campinas foi buscar o empate (5/5) e virou o placar (6/5). Depois de uma boa passagem do ponteiro Mão no saque, os donos da casa abriram 9/6. Quando o placar marcava 14/13, o time de Campinas perdeu o central Gustavão, que sofreu uma leve torção no tornozelo direito. Robinho entrou em seu lugar. Com destaque para o oposto Lorena, o Vôlei Futuro passou a frente e chegou ao segundo tempo técnico: 16/14. Gustavão ainda voltou, mas não conseguiu impedir a vitória do time de Araçatuba por 25/22, após o ace do oposto Lorena.

Na segunda parcial, com um bom trabalho na relação defesa e bloqueio, o Vôlei Futuro marcou 7/4, com destaque para os ataques do ponteiro Camejo. O técnico da Medley/Campinas, Cacá Bizzochi ainda colocou o oposto Bob no lugar de Franco. Como no primeiro set, o bloqueio foi eficiente e o time de Araçatuba deslanchou: 12/6. Apesar da troca de levantadores e de ponteiros, a Medley/Campinas não se encontrou. O Vôlei Futuro dominou e fechou o set em 25/16.

A Medley/Campinas entrou para o terceiro set disposta a não dar adeus a Superliga e saiu na frente: 8/6. Com o atacante Mão atuando como oposto, os donos da casa incendiaram a torcida, ao marcar 10/7, e fizeram o técnico do Vôlei Futuro, Cezar Douglas, pedir tempo. Na segunda parada técnica, a vantagem continuou sendo do time da casa (16/12), que evoluiu no saque e no passe. O time de Araçatuba não se encontrou em quadra, e a Medley/Campinas fechou em 25/17, diminuindo a diferença de sets.

Com menos erros do que os rivais, a Medley/Campinas saiu na frente no quarto set (7/5). Mas o Vôlei Futuro reagiu, fez três pontos consecutivos, virou o placar (8/7) e abriu (11/8). Com o apoio incansável da torcida, os donos da casa ainda diminuíram a diferença para apenas um ponto (21/20). Mas o time de Araçatuba voltou a administrar o placar e fechou o set e o jogo em 25/23, após o ataque do oposto Lorena.

Medley/Campinas – Rodriguinho, Franco, Bruno Zanuto, Mão, André Heller e Gustavão. Líbero – Lukinha. Entraram: Robinho, Lukianetz, Bob, Fidele e Aranha. Técnico – Cacá Bizzochi

Vôlei Futuro – Ricardinho, Lorena, Camejo, Dentinho, Maurício e Vini. Líbero – Mário Jr. Entraram: Evandro, Leozão, Michael e Bob. Técnico – Cézar Douglas



Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x