Search
Tuesday 7 July 2020
  • :
  • :

Vôlei Nestlé recebe São Caetano e apoia ação para ajudar a população de Governador Valadares

Crédito: João Pires/Fotojump

Crédito: João Pires/Fotojump

 

Com nove pontos, o Vôlei Nestlé lidera a Superliga e terá mais um desafio nesta terça-feira (24/11). Ainda sem Adenízia, com uma lesão no pé esquerdo, Thaisa em suas companheiras recebem o São Cristóvão Saúde/São Caetano, às 21h, em Osasco, com transmissão do SporTV. Além de valer a primeira colocação e a invencibilidade, o jogo tem um contexto social e promove uma campanha para ajudar a população de Governador Valadares (MG), que sofre com a falta de água desde os acontecimentos em Mariana (MG). Durante a terça-feira, o ginásio José Liberatti será o ponto de entrega de doações de água. Das 10h às 17h, na administração do local, e das 19h em diante no portão de entrada da torcida.

 

Suelle, que começou como titular em dois dos três jogos da equipe na competição, destaca as qualidades do rival e quer o Vôlei Nestlé se impondo desde o apito inicial. “São Caetano joga com muita velocidade e fez bons jogos contra a gente no Paulista. Precisamos tomar cuidado, mas acho que estamos fazendo o dever de casa e treinando bastante o sincronismo de bloqueio e defesa. Sabemos do poder do ataque delas e que a Thaisinha, quando está inspirada, pode fazer a diferença. É um time que não tem medo e joga solto quando está na frente, por isso, temos que começar impondo nosso ritmo e não deixar elas crescerem. Se começarmos atentas e colocarmos em prática o que foi estudado podemos ganhar a partida”, analisa a ponteira.

 

Para Ivna, a chave para a vitória será a paciência para evitar os erros. “O jogo será bem difícil. O Hairton (técnico do São Caetano) sempre monta bons times e já fizemos treinos específicos sobre o time delas. Agora é estudar e jogar bem taticamente, o que certamente será o diferencial. Nesta segunda-feira pela manhã fizemos ajustes táticos de defesa para o ataque delas e fomos cobradas em relação ao nosso ataque para evitarmos os erros. Precisamos ter mais paciência para garantirmos mais três pontos na Superliga”, afirma a jogadora que veste a camisa 11 do Vôlei Nestlé.

 

Luizomar destaca o conhecimento sobre o rival e, especialmente, as jogadoras com quem já trabalhou. “Temos muito respeito pelo time de São Caetano. É um adversário que conhecemos bastante por causa dos confrontos no Campeonato Paulista e em alguns amistosos. Vamos enfrentar uma equipe que joga sem a responsabilidade de vencer. Nesse confronto, a cobrança pela vitória está do nosso lado e será um jogo difícil porque o rival possui um time com qualidade e jogadoras que trabalhei e conheço bem como: Ana Maria, Lia, Silvana, Soninha e Larissa. Atletas que respeitamos e estamos focados para fazer um grande jogo”, ressalta o treinador.

 

Até o momento, o Vôlei Nestlé venceu Rio do Sul/EquiBrasil, em casa, por 3 a 1, o Concilig/Vôlei Bauru, como visitante, por 3 a 0, e o São Bernardo, como mandante, por 3 a 0. O confronto contra o rival do ABC é a reedição da semifinal do Paulista de 2015, quando o time de Osasco despachou o rival com duas vitórias. Além disso, os times realizaram a final da edição de 2014 do estadual, novamente com vitória e título das comandadas de Luizomar.

 

Ajude Valadares – A cidade de Governador Valadares (MG) foi uma das afetadas com o rompimento das barragens no distrito de Mariana (MG). A lama chegou ao Rio Doce, prejudicando o abastecimento de água no município. Por esse motivo, o jogo entre Vôlei Nestlé e São Cristóvão Saúde/São Caetano promove uma campanha para ajudar a população da região com doações de água potável em garrafas ou galões. Durante a terça-feira, o ginásio José Liberatti será o ponto de entrega de doações de água. Das 10h às 17h, na administração do local, e das 19h em diante no portão de entrada da torcida.

 

Os familiares da central Adenízia residem no município. A jogadora sabe das dificuldades que a população local está passando e pede ajuda. “Nós que estamos distantes não sabemos a dimensão do problema em Governador Valadares. Estou em contato com minha família diariamente e realmente as pessoas estão precisando de ajuda. Peço que a torcida de Osasco se junte com o Vôlei Nestlé para que ajudem nesta campanha trazendo o quanto puderem de água potável e com orações. Peço e nome da minha família e das pessoas da região que estão passando necessidades”.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
1 Comentário
o mais novo
mais velho mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Will Lopes
Will Lopes
24/11/2015 06:16

Que ótima iniciativa da Nestlé/Osasco em ajudar as cidades atingidas pelo rompimento de barragem em Mariana. Todos devemos ajudar esta causa nobre.

Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x