Search
Sunday 25 October 2020
  • :
  • :

Vôlei UFJF vence Montes Claros e conquista a primeira vitória

Foto: Assessoria de Imprensa Equipe Vôlei UFJF

O Vôlei UFJF conquistou a sua primeira vitória na Superliga 2013/2014 após bater o Montes Claros por 3 sets a 1 (parciais de 21-19, 20-22, 23-21 e 21-15). Com o resultado a equipe alcança quatro pontos, pula para o oitavo lugar e entra na zona de classificação para os playoffs.

A partida começou equilibrada. A UFJF abriu o placar em boa jogada de Victor Hugo e as equipes se revezavam na liderança. Ao final do primeiro tempo técnico os donos da casa venciam por 7 a 6. Na volta, mantiveram-se na frente,  levaram também a segunda parada técnica (14-13) e abriram dois pontos de vantagem (16-14) forçando o técnico de Montes Claros, Nery Tambeiro, a parar o jogo. Funcionou. O time voltou melhor e encostou novamente no placar (19-18), então foi a vez do técnico Chiquita parar o jogo. Após erro de saque de Wanderson, a UFJF venceu o primeiro set por 21 a 19.

O segundo set seguiu com o mesmo equilíbrio. Nenhuma das equipes conseguia colocar mais de dois pontos de frente no placar, porém, dessa vez, quem chegou ao primeiro tempo técnico vencendo foi o Montes Claros (5-7). Os visitantes aumentaram a vantagem para três pontos (6-9), mas logo a UFJF encostou depois de um ace do levantador Rivoli, que acordou a torcida (8-9). O empate veio com outro ace, do oposto De Paula (11-11). Ao final da segunda parada técnica o time de Montes Claros vencia por 14 a 13. A vantagem do time visitante aumentou para dois pontos (16-18) e Chiquita pediu tempo. Surtiu efeito. A equipe voltou melhor, e empatou o placar (18-18). Mas não teve jeito. Montes Claros venceu o segundo set por 22 a 20 e empatou o jogo.

No terceiro set a UFJF começou arrasadora e logo abriu 4 a 0, empolgando a torcida presente. O técnico Nery Tambeiro não quis esperar e parou o jogo. O time voltou melhor, se recuperou e conseguiu empatar o placar (5 a 5). Então foi Chiquita quem pediu tempo, mas a equipe juiz-forana não assimilou muito bem. Montes Claros venceu tanto o primeiro, quanto o segundo tempo técnico: 7 a 5 e 14 a 13, respectivamente. Empurrada por sua torcida, UFJF não deixou a equipe visitante se distanciar e empatou quando Montes Claros tinha o set point (20-19). Os juiz-foranos fizeram valer o fator casa e venceram o terceiro set por 23 a 21.

O quarto set começou disputado. Os donos da casa venceram o primeiro tempo técnico por 7 a 5. A vantagem da UFJF chegou a ser de três pontos (9-6), mas o Montes Claros se recuperou e virou o jogo para 10 a 9. Chiquita resolveu parar o jogo para acertar o time. Funcionou e os donos da casa tomaram a frente novamente (1-10). Após o primeiro árbitro voltar atrás em um ponto do Montes Claros por invasão, o levantador Everaldo recebeu um cartão amarelo por reclamação, colocando fogo na partida. Ao final da segunda parada técnica os juiz-foranos venciam por 14 a 13. A UFJF estava concentrada para conseguir a sua primeira vitória na Superliga e chegou a abrir cinco pontos de frente (19-14). Com o apoio da torcida, a equipe não deu mais chances ao Montes Claros e venceu o último set por 21 a 15.

O líbero Thales foi considerado o melhor jogador da partida e recebeu o troféu Viva Vôlei. “Eu fico feliz pelo prêmio, mas o mais importante foi a vitória. Agora estamos entre os oito na classificação, se ganhar o próximo já vai para sétimo. O importante é ganhar. O prêmio individual é consequência”, afirma o líbero.

Os juiz-foranos voltam a entrar em quadra na próxima quarta-feira, dia 30, às 20h na Arena UFJF, contra o Vivo/Minas em partida válida pela primeira rodada da Superliga que foi adiada a pedido do time de Belo Horizonte. Thales não deixou de mandar o seu recado à torcida: “O próximo jogo vai exigir mais esforço. Então espero que a torcida compareça para nos ajudar e, se Deus quiser, conquistar mais uma vitória”.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x