Search
Friday 27 March 2020
  • :
  • :

Walewska alerta para os próximos desafios do Dentil/Praia Clube

Foto: Assessoria/Praia Clube

O Dentil/Praia Clube perdeu sua invencibilidade na Superliga Feminina de Vôlei 2019/2020, ao ser superado pelo Sesc-RJ por 3 sets a 0 (parciais de 21/25, 14/25 e 24/26), na noite desta quarta-feira, 18 de dezembro. A partida, válida pela sétima rodada do 1º turno da competição nacional, aconteceu na Arena Praia, em Uberlândia (MG).

A maior pontuadora praiana foi a ponteira Nicole Fawcett, que assinalou 14 pontos. Já a oposta do time carioca Tandara Caixeta assinalou 17 pontos na partida, foi eleita a melhor em quadra e levou para casa o Troféu Viva Vôlei. Com a derrota de hoje, o grupo comandado pelo técnico Paulo Coco caiu para a quarta posição da tabela de classificação, com dezoito pontos ganhos em sete jogos disputados (seis vitórias e uma derrota).

Após a partida, a capitã Walewska discorreu sobre os erros que o Dentil/Praia Clube cometeu. “Os números dizem tudo: não jogamos bem. A gente sobrecarrega muito nosso ataque quando o bloqueio e defesa não funcionam, e isso que mostraram as estatísticas do jogo. É uma derrota triste e que nos deixa um pouco amargurados, mas não temos tempo para lamentar. Temos que rever as estatísticas e melhorá-las para o próximo jogo. Temos que nos policiar e nos preparar mais. A partir de agora, temos jogos difíceis pela frente, com adversários que estão acima na tabela. É a preparação que fará a diferença”, comentou.

O técnico praiano concorda que o embate de hoje não foi satisfatório. “Foi uma partida muito irregular por vários fatores. Coletivamente, não funcionamos. Não dá para apontar um fundamento ruim, mas sim algumas situações. Primeiro, quantidade de erros de saque. Segundo, contra-ataque. Apesar dos números de bloqueio terem sido iguais, com seis pontos para cada, as adversárias fizeram 26 pontos de contra-ataque, enquanto nós fizemos 12. Então, elas defenderam muito mais do que a gente. Em uma situação dessa, você pressiona seu ataque. Elas tiveram mérito e pressionaram muito mais do que a gente. Também não tivemos uma noite feliz de distribuição. Abrimos 12 a 6, mas erramos quatro pontos seguidos. Esse desequilíbrio que foi prejudicial na partida de hoje. Temos que tirar as lições desse jogo e manter equilíbrio para o próximo. Precisamos rever e assimilar rapidamente para fazermos uma boa partida contra a equipe de Osasco no próximo fim de semana”, afirmou Paulo Coco.

O próximo embate do Dentil/Praia Clube será fora de casa. No próximo sábado, 21 de dezembro, às 19h, as praianas enfrentam o Osasco/Audax (SP) no Ginásio Municipal José Liberatti, em Osasco. A partida terá transmissão ao vivo do canal SporTV.




Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Auto Notificar:
Translate »