Search
Wednesday 19 February 2020
  • :
  • :

William está a um passo de se tornar o maior levantador da história da Superliga

Crédito:  Renato Araújo - Divulgação Sada Cruzeiro

Crédito: Renato Araújo – Divulgação Sada Cruzeiro

 

O apelido ele ganhou na Argentina. El Mago, como ficou conhecido pelos hermanos, voltou ao Brasil há cinco anos para fazer história no Sada Cruzeiro. Aqui, William ganhou todos os títulos possíveis a um clube brasileiro, sendo destaque em vários torneios. Na próxima segunda, 30/03, às 18h30, o levantador comanda o ataque do time celeste em mais uma semifinal de Superliga, contra o Minas. E ao final da temporada 2014/15, ele pode atingir uma marca ainda mais impressionante: ser o maior levantador da história da competição nacional.

 

Nas últimas quatro edições do Brasileiro, o capitão celeste recebeu o prêmio de melhor levantador. Além dele, Bruninho, que hoje joga na Itália, também somou quatro troféus, e Marcelinho, do Sesi, tem três. E se ganhar novamente neste ano, William se torna o único a conquistar cinco vezes a premiação. O cenário atual aponta para esse resultado, já que o cruzeirense é o líder da estatística de levantamento desde a primeira rodada da competição.

 

“Acho que o mais importante sobre esses prêmios é o reconhecimento do trabalho. São muitos anos dedicados a isso, em 2016 eu completo 20 anos de profissional. No mundo esportivo, você precisa provar o tempo inteiro que ainda tem condições, que continua em alto nível. Mas, para mim, o mais importante é sentir essa recompensa em casa, no ambiente de trabalho, no respeito dos companheiros e saber que sou um orgulho para a minha família. O que me move mesmo é saber que ainda dou alegria para quem me admira, fica feliz em me ver em quadra. Esse é o título mais importante para mim hoje”, disse o camisa 7.

 

E para se aproximar ainda mais da grande marca de cinco prêmios de melhor levantador, William precisa continuar desempenhando o mesmo papel que vem fazendo até aqui: liderar o Sada Cruzeiro rumo a mais uma conquista. O próximo desafio é bater o Minas e encerrar a série melhor de três da semifinal, garantindo um lugar na quarta decisão seguida da Superliga. O clube estrelado venceu o primeiro jogo em Contagem por 3 a 1.

 

“A gente sabia que seria uma semifinal complicada porque o Minas tem hoje um time muito organizado. Nós sabíamos que seria uma série difícil e o próximo jogo principalmente, porque eles vão arriscar mais, vai ser um jogo duro. Mas o que acredito é que temos condições de conquistar mais um título”, disse William, destacando o amadurecimento de seu grupo.

 

“Um grupo que está junto há tanto tempo não tem como não ter problemas. E nós temos. Mas o mais legal é que a gente consegue resolver isso de uma forma tranquila e honesta, e acho que isso é o mais importante para um grupo vencedor. Então não espero nada menos do que conquistar mais uma Superliga com essa equipe. Será difícil, mas temos totais condições”, enfatizou.

 

Com o Sada Cruzeiro, William também conquistou um Mundial de Clubes, dois Sul-Americanos, duas Superligas, uma Copa Brasil, além de cinco taças do Mineiro. Em grande parte dessas conquistas, ficou também com o troféu individual de melhor atleta em sua posição.

 

E no duelo da próxima segunda-feira, El Mago contará novamente com uma arma importante. Com cinco temporadas de entrosamento, Wallace conhece até os pensamentos do levantador estrelado. “Eu o conheço muito bem e ele também me conhece demais. Sabe fazer minhas bolas como ninguém e vai além disso. Durante o jogo, a gente se ajuda muito. Eu devo muito a ele pelo meu bom desempenho, pelos prêmios individuais que já conquistei. Sinceramente, agradeço muito a ele por ter me ajudado tanto. E ele ajuda o time inteiro, é uma peça fundamental da equipe”, contou Wallace.

 

“O William é o termômetro do time. Quando ele não está bem, não joga com aquele brilho nos olhos, o time inteiro cai de produção. E é completamente diferente quando chega nessa fase da competição. Ele leva o time inteiro e consegue ser o nosso líder dentro de quadra. Acho que ele continua fazendo muito bem o papel dele e é essencial para o nosso grupo”, finalizou o oposto cruzeirense.




Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Auto Notificar:
Translate »