Search
Monday 1 June 2020
  • :
  • :

Zé Roberto alerta para o adversário na decisão da Superliga B: “Eles têm potencial e contam com jogadoras experientes”

Crédito: Flavio Moraes/Photo&Grafia

 

O Hinode Barueri começou sua história em 12 de outubro de 2016, com o projeto idealizado pelo tricampeão olímpico José Roberto Guimarães. Agora, está a um passo de colher seu primeiro grande fruto: nesta segunda-feira (10/04), às 20h, enfrenta o BRH-Sulflex/Clube Curitibano em casa, no Ginásio Poliesportivo José Corrêa, em Barueri (SP), na decisão da Superliga B Feminina de Vôlei. A partida terá transmissão ao vivo do SporTV.

 

“É um momento único, um jogo perigoso, contra um time que vem muito bem nessa fase final. A expectativa é de muito equilíbrio, mesmo jogando em casa, diante da nossa torcida. Eles têm potencial e contam com jogadoras experientes, que são pontos de força, como Valeskinha. Temos que respeitá-los e tomar muito cuidado”, ressaltou o treinador.

 

Invicto e dono da melhor campanha na Superliga B – com oito vitórias em oito jogos (seis na primeira fase e dois nas semifinais, contra o São Bernardo) e apenas dois sets perdido, o Hinode Barueri vai enfrentar uma equipe que soube reagir. Sem nenhuma vitória na fase classificatória – seis derrotas -, o Curitibano eliminou ADC Bradesco (SP) nas quartas de final e Abel Havan Brusque (SC) na semi, fechando as duas séries ‘melhor de três’ em dois a zero.

 

Dos dois únicos sets que o Hinode Barueri perdeu até aqui, um deles foi para os paranaenses, na vitória por 3 a 1 conquistada em março (25/21, 27/25, 17/25 e 25/13). Por isso, técnica, tática e psicológico precisam estar bem alinhados.

 

“Jogos decisivos são sempre um momento emocional importante. Temos conversado com as jogadoras a respeito do significado de todo o trabalho realizado até aqui. Mas o mais importante é elas conseguirem jogar o que estão treinando”, completou Zé Roberto.

 

A final da Superliga B será disputada em jogo único. O Hinode Barueri pode conquistar o primeiro grande título de sua história e, consequentemente, a vaga para disputar a Superliga principal na próxima temporada, com a elite do vôlei nacional.

 

Mais uma vez, a equipe de José Roberto Guimarães conta com a casa cheia e o apoio da torcida. A entrada é franca e os primeiros dois mil torcedores que chegarem ao ginásio vão ganhar camiseta e um par de batecos.




Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Auto Notificar:
Translate »