Search
Saturday 31 October 2020
  • :
  • :

Zé Roberto Guimarães revela: vitória dos EUA sobre a Turquia, em 2012, quitou uma dívida histórica

Crédito: Reprodução/Folha de S. Paulo

Crédito: Reprodução/Folha de S. Paulo

 

José Roberto Guimarães esclareceu, nesta quarta-feira, uma das histórias mais emblemáticas dos Jogos Olímpicos de Londres 2012. Numa sabatina com os jornalistas Marcel Merguizo e Camila Mattoso, transmitida ao vivo pelo site da Folha de S. Paulo, o treinador disse que não foi exatamente por generosidade que as norte-americanas venceram as turcas e ajudaram o Brasil a se classificar para a segunda fase das olimpíadas passadas. “Elas tinham uma dívida com a gente”, revelou o técnico da Seleção Brasileira feminina de Vôlei.

 

Na última rodada da Copa do Mundo feminina de 2003, a tabela marcava um encontro entre Brasil e Itália. Àquela altura, o Brasil já estava classificado para as Olimpíadas de Atenas 2004, com o segundo lugar assegurado, enquanto a Itália e EUA disputavam a terceira vaga, com vantagem italiana no set average.

 

Dani Scott (meio de rede daquela seleção dos EUA, que também atuou na Superliga) me perguntou na véspera como íamos jogar. Respondi ‘vamos ganhar e vocês vão se classificar”, contou Zé Roberto.

 

O Brasil escalou o time titular (Fernanda Venturi, Raquel, Virna, Érika, Walewska, Valeskinha e Arlene) e venceu a Itália por 3 sets a 1 (25-20, 25-12, 23-25, 25-19). Com a vitória dos EUA sobre Cuba, na sequência da rodada, por 3 a 0, as norte-americanas se classificaram e “não precisaram se reunir para jogar o Pré-olímpico da Norceca”, como disse o técnico três vezes campeão olímpico.

 

Nove anos depois, em Londres, uma derrota dos EUA para a Turquia, na última rodada da fase de grupos, eliminaria o Brasil da competição antes mesmo de o time de ZRG entrar em quadra na noite daquele domingo, 5 de agosto. As norte-americanas entraram com o time titular, mesmo com o primeiro lugar da chave já assegurada, ganharam em sets diretos, as brasileiras fizeram o mesmo contra as sérvias e o resto é história. Uma história que passa por um jogo enfartante contra as russas e termina com uma virada tático-moral sobre as próprias americanas, na partida que valeu o ouro.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
9 Comentários
o mais novo
mais velho mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
MARCO BRAGA

Partilho do pensamento da Aline em relação ao time do SESI, pois me lembro muito bem que o OSASCO chegou invicto na fase final do Paulista e perdeu as duas partidas para o SESI. O mesmo aconteceu no Sul Americano. Tudo é possível, pois existe um bom elenco.

Aline

Papo FURADO do Zé: não dá para comparar ter que disputar o PRÉ-OLÍMPICO da NORCECA com uma medalha de OURO OLÍMPICA!!! E mais: os EUA acabaram de disputar AGORA EM 2016 o PRÉ-OLÍMPICO DA NORCECA porque não se classificaram na COPA DO MUNDO e se classificaram com a MAIOR FACILIDADE. Na verdade o imbecil do técnico dos EUA foi SOBERBO e PREPOTENTE, achando que o BRASIL era CAHORRO-MORTO pois estava jogando muito mal na FASE DE CLASSIFICAÇÃO. Acabou perdendo o OURO por isso: subestimou as brasileiras e os EUA acabou PERDENDO O OURO OLÍMPICO NOVAMENTE!!! BEM FEITO!!! Se a tinha… Ler mais »

Kurek

Se vc não se lembra, em 2003, Cuba poderia tirar a vaga dos EUA, pois ainda era uma equipe competitiva e os EUA não era esse grande time. E os EUA poderiam não se classificar no pré-olímpico mundial.

Renato

Que coisa nada a ver vc ta falando. É óbvio que quem acompanha Volei toda hora ver time entregando jogo pra eliminar adversário e da mesma forma vencem alguns… tudo depende do interesse…

Renato

Como vai subestimar alguém que chega numa final olimpica, depois de ter eliminado duas grandes potencias do Volei? o fato de ir mal na primeira fase acontece com qualquer equipe em competição… tem equpe que cresce ao longo da competição… e isso foi evidente no Brasil… sói um idiota menosprezaria uma equipe em final olimpica.. Vc tá julgando.. porque os EUA perdeu…mas não foi por isso que perderam….kkkkkkkkkkkkkkkkk…

Fabio Carvalho

E se os EUA tivessem perdido… A nossa seleção estaria hoje em dia sendo duramente criticada. Mas os EUA não fizeram por serem bonzinhos… Fizeram porque acreditava que aquela altura o Brasil era o “cachorro morto” do vôlei.

Denio

Verdade Fábio!
Não foi por companheirismo ou camaradagem. Foi por por elas mesmo. Achavam que o Brasil já estava batido e que aquela altura não tinham força nem de conquistar a medalha de bronze. Caíram por segundo lugar com o pensamento. Nenhuma seleção faria isto se soubesse que perderia o primeiro lugar para uma equipe abalada emocionalmente pelas derrotas. Mas o Brasil tem um ótimo técnico e o psicológico vencedor no vôlei. Parabéns Seleção feminina. Vocês mereceram

Renato

Que besteira vcs tão falando. Se elas julgassem que o Brasil era fraco.. quer dizer que seria eliminado rapido e não seria adversário dos EUA na final… Ou seja… não faria diferença o Brasil se classificar ou não…. mesmo que eles julgassem que seria cachorro morto. Se o brasil não tivesse se classificado. talvez as Russas teriam chegado à final.. o que de qualquer forma não seria fácil pros EUA.

Will Lopes

Isto não me lembrava. Relamente o mundo da voltas. Não tem como comparar , um jogo por uma vaga antecipada para Olimpíada como um jogo decisivo de classificação da própria olimpíada. Mas adorei saber disto. Uma mão lava a outra e o tal Jogo limpo foi acima de tudo.

Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x